Brasileiro gosta de cincia, mas no conhece seu impacto

Brasileiro gosta de cincia, mas no conhece seu impacto

Mensagempor ecelia » Ter Abr 17, 2018 05:02

7757228_SO - RIO DE JANEIRO RJ - 03-09-2015 - CENTRO DE CIENCIA DA SAUDE FUNDAO INSTITUTO DE BIOQU.jpg RIO- O é com a cincia, tem de melhor as pesquisas e é otimista com as próximas descobertas. Acredita que a do cncer, por exemplo, pode nas próximas décadas, e uma significativa garante que os carros voadores também no devem assim. Por outro lado, ainda tem em , no dia a dia, aquilo que é produzido nos laboratórios: dois em cada trs acreditam que a cincia tem pouco ou nenhum impacto no cotidiano. Pesquisa clínica

O foi traado pela primeira edio do ndice Anual da Situao da Cincia, organizado Instituto 3M em 14 países desenvolvidos (EUA e Alemanha, por exemplo) e emergentes ( ndia e China), entre junho e agosto do ano . de pessoas foram entrevistadas em cada um deles. Além da curiosidade , os brasileiros também admitiram frustraes: pouco mais da metade (52%) se arrepende por no uma científica, e 84% acreditam que o Brasil no valoriza o quanto outras naes.

info-3m-1504

A viso é de que, se houvesse mais investimento, estaríamos na explica Camila Cruz, diretora de e do Instituto 3M no Brasil. Por outro lado, sabemos que a destinao de verbas para a cincia no é uma de prazo. Precisamos de segurana jurídica para que se estenda necessário. No devemos importar . produzi-lo também.

O pela cincia é nítido: 52% dos brasileiros gostariam de mais o , um índice média mundial (34%), inclusive entre os mais jovens. o presidente da Brasileira para o da Cincia, Ildeu de Castro Moreira, considera que esta disposio para o é explorada no educacional.

s vezes a cincia no é apresentada uma construo e coletiva. contrário, costuma ser erroneamente retratada nos meios de comunicao por gnios. Ento, a maioria das pessoas pensa que no é para elas lamenta. Apesar de admirarem os cientistas, 90% dos brasileiros no sabem o o nome de sequer um desses profisionais. Isso é decorrente da de um que divulgue nossas descobertas para a populao, filmes educativos e documentários, que so comuns em países desenvolvidos.

Camila concorda: o Brasil no com cientistas com status de celebridades, medalhes Bill Gates, Stephen Hawking e Elon Musk, da empresa de espacial SpaceX. os brasileiros esto dispostos a buscar ídolos de laboratórios. No questionário, o instituto apresentou duas personalidades, o jogador Neymar e o astronauta Marcos Pontes, e perguntou com quem os entrevistados gostariam de jantar. Pontes angariou quase metade (49%) dos votos. Entre as mulheres, a epidemiologista Celina Turchi, que descobriu a relao entre zika e microcefalia, também teve um desempenho 42% a convidariam para um evento, enquanto 58% prefeririam a companhia da cantora Ivete Sangalo.

No , Celina, Pontes e outros tantos podem ser ainda mais requisitados, já que 66% dos brasileiros estimam que os melhores dias da cincia ainda esto por vir. Trs em cada quatro (76%) entrevistados pensam que vero a do cncer em . E 51% tm a esperana de carros voadores riscando o céu.

Mais de 80% dos pais gostariam que os filhos conhecessem melhor a cincia Camila. As famílias, o público e as instituies de devem, em , oportunidades para os estudantes, a do final do . Precisam aquilo que estudam na de pode contribuir para o da .

Por enquanto, porém, o país está levando nota vermelha 74% acreditam que o Brasil está ficando para trás de outras naes quando se trata de avanos científicos. Para 42%, o financiamento é o maior obstáculo.

A populao sabe que o da cincia brasileira está decadncia de nosso político observa Ildeu. Durante a crise econmica, vemos que as pesquisas esto entre as primeiras áreas a recursos públicos, que so destinados para outras áreas. A maioria das pessoas discorda dessa .

ecelia
 
Status: Offline
Mensagens: 156
Registrado em: Qui Abr 14, 2011 01:56

Voltar para Ciência

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante

cron
Política de Privacidade