OMS inicia primeiro teste em larga escala de vacina contra m

OMS inicia primeiro teste em larga escala de vacina contra m

Mensagempor PBenedito » Qua Abr 24, 2019 11:03

OMS inicia primeiro teste em larga de vacina contra ária

RIO- A Organizao Mundial de Saúde (OMS) implementará a primeira campanha em da vacina experimental contra a ária. O primeiro país a a ao é o Malaui, no sudeste africano, que lanou a iniciativa nesta tera-feira. A doena milhares de mortes todos os anos na África.

A vacina é o de mais de trinta anos de , um investimento de milhes de dólares. A campanha tem objetivo a eficácia da vacina em crianas menores de dois anos, as mais vulneráveis doena. A vacinao comeou nesta tera-feira no Malaui e vai na próxima semana em Gana e Qunia, os outros dois países pilotos do programa.

A Organizao Mundial da Saúde (OMS) pretende vacinar 120.000 crianas em cada um desses trs países até 2020. As primeiras doses foram administradas no de Saúde de Mitundu, 45 km a da do Malaui, Lilongwe.

é um de controle e preveno disse Michael Kayange, vice-diretor do Ministério da Saúde do Malaui.

Segundo ele, o país espera um milho dos seis milhes de casos de ária que so detectados a cada ano. menos 4.000 morrem em média por da ária no país.

Reduo em 90% das mortes até 2030

Nomeada de "Mosquirix" ou RTS,S, esta vacina foi desenvolvida pela gigante farmacutica GlaxoSmithKline com a ONG Path, e financiada pela Aliana Global para Vacinas (GAVI), o Fundo Global de Aids e ária e o UNICEF. Com testes preliminares realizados entre 2009 e 2015, o número de episódios de ária em crianas de 17 meses a 5 anos de idade foi em 39%.

Sua eficácia é relativa, os pesquisadores e autoridades de saúde esperam que, associada a métodos de preveno mosquiteiros impregnados com , reduza significativamente o número de vítimas.

De com estatísticas da OMS, a África é, de , o continente mais afetado pela ária, com o de 90% das 435.000 pessoas mortas no em 2017 pela doena transmitida por mosquitos. Crianas menores de 5 anos representam mais de dois teros dessas mortes.

A ária pode uma criana em menos de 24 horas lembrou o dr. Tisungane Mvalo, pediatra em Lilongwe, e membro da equipe científica liderada pela Universidade da Carolina do (UNC), em Chapel Hill, Estados Unidos.

Existem outras vacinas experimentais contra a ária no que esto sendo avaliadas. Em 2015, 114 milhes de pessoas foram infectadas da ária na África Subsaariana. O objetivo da OMS é o número de mortes em 90% até 2030, tendo os 429 óbitos registrados em 2015.

Entre 2000 e 2015, o número de pessoas que morreram por da ária diminuiu em 62%, os mosquitos que a transmitem tm se tornado cada vez mais resistentes aos inseticidas.

Apesar do na última década, "os esforos para controlar a ária estagnaram nos últimos anos", disse o dr. Jonathan Juliano, da UNC.

Em algumas regies da África, houve até um do número de casos de infeco, e novas estratégias so necessárias para avanando em direo erradicao. A avaliao precisa das vacinas experimentais é um elemento disse.

PBenedito
 
Status: Offline
Mensagens: 171
Registrado em: Qua Abr 06, 2011 05:25

Voltar para Saude

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante

cron
Política de Privacidade